Anita vai ao Primavera Sound!

O meu amor pela música eletrónica vem de há muitos anos atrás; lembro-me do momento em que percebi que mexia comigo, como se fosse hoje. Foi na festa do 5º ou 6º ano de escola, eu tinha uns 10 ou 11 anos, quando tocou, entre outras, a “Rythm is a Dancer” dos Snap. Lembram-se dessa música? Marcou uma época.

Este amor, sempre, só expandiu. Quanto mais ouvia, quanto mais conhecia, mais fazia sentido. É que a música eletrónica é como diz o Richie Hawtin “A banda sonora do futuro”. Desengane-se quem pensa que é ruído, é arte. O Richie é o artista que melhor espelha o que digo. 1º Plastikman, produtor e dj de techno, depois Richie Hawtin, produtor e dj de techno minimal. Produtor de eventos, sob a etiqueta “Enter” e agora em live performance sob a etiqueta “Close”. E o que é a Close?

Nas suas palavras: “Um show que explora a minha relação com a performance da tecnologia que escolhi, que me permite improvisar o máximo possível, no momento.” Por causa das câmaras colocadas estrategicamente, descobrimos em tempo real, esta relação homem-máquina. Close (perto) porque aproxima a audiência do artista e do seu processo criativo, ao vivo, em palco.

São 17 datas de Close, neste Verão de 2017, pelo mundo fora; 1 na cidade do Porto. Eu tinha de ir! Simplesmente tinha! E fui!

Obrigada Primavera Sound por trazer o #Rei à nossa bela cidade!

IMG_6898IMG_6914

A linha da frente é lugar certo para estar! Pertinho, pertinho! E porque o Richie só veste preto, escolhi o look a pensar nisso.

IMG_7106

E porque, às vezes, magia acontece… #Blessed #LongLiveTheKing

IMG_7112

Obrigada, por fim e também, aos meus companheiros de viagem, vocês sabem quem são. Sem vocês não era a mesma coisa!

 

Swimwear: Breve História

É Verão. Aquela estação do ano em que, de um modo geral, as pessoas estão mais alegres e descontraídas. O sol brilha intenso e o mar chama por nós. A palavra férias ganha outro significado. Tão bom!

A moda de praia/piscina – swimwear – tem diferente importância em diferentes países, já que nos mais quentes há mais procura, mas nos últimos anos as coisas têm-se alterado e talvez as redes sociais tenham algo que ver com isso. Mais exposição implica que tenhamos mais cuidado e atenção com aquilo que vestimos, certo? E toda a gente gosta de se sentir bem, em especial se tem pouca roupa vestida. Há cada vez mais marcas de swimwear e ainda bem, nós agradecemos.

IMG_1939 (1)

Em Budapeste, no meu Instagram, com um fato de banho Kendall&Kylie para Topshop

O sexo feminino pode usar biquini, triquini ou fato-de-banho. O sexo masculino, sunga, calções ou bermudas; há muitos anos atrás, porém, não era nada assim…

No século XVIII as mulheres usavam vestidos de banho!

No século XIX esse vestido tinha comprimento pelo joelho e era conjugado com calças;

No final do século XIX, finalmente se passou o comprimento das calças, dos tornozelos aos joelhos e com isto, novos modelos surgiram;

Na década de 20, surgiu o fato de banho, cobria o umbigo e ia até às coxas;

Depois da 2a Grande Guerra, em Atol de Bikini, onde se testavam armas nucleares, surgiu o bikini, criado por Louis Réard; ver-se o umbigo era considerado muito ousado;

Na década de 60 surgiu o monokini, criado por Rudi Gernreich, composto por 2 alças e as cuecas, deixando portanto, os seios à mostra;

Na década de 70 surgiu o triquini, também criado por Gernreich;

Na década de 80, surgiu a cueca tanga, inspirada nas tribos da Amazónia;

E na década de 2000, no Médio Oriente, surgiu o burkini que cobre todo o corpo (por questões religiosas).

Aventuras na História

(imagem de Aventuras na História)

www.eastessence.com

(imagem de eastessence.com)

maysmachete.blogspot.com

(imagem de maysmachete.blogspot.com)

{ fit } consultoria de imagem

(imagem de { fit } consultoria de imagem)

Universo da Moda & Cia

(imagem de Universo da Moda & Cia)

Sou fã dos anos 80 e 90, por isso não resisto a mostrar-vos as seguintes imagens:

Virgula - Uol

Claudia Schiffer (imagem de Virgula – Uol)

Pinterest

Paulina Porizkova (imagem de Pinterest)

missbloom.bg

Pamela Anderson, na famosa série Baywatch (imagem de missbloom.bg)

Naturalmente,  associo a história do swimwear à história da lingerie. Tudo começou com a lingerie. Roupa interior íntima… mas muito mais que isso; roupa que realça as nossas curvas e nos faz sentir sexy!

IMG_7373 (1)

Lauren Bacall (imagem do livro Unmentionables de Elaine Benson e John Esten)

Se pensarmos nisso, vemos que é cada vez mais semelhante, o design das peças de swimwear, aos das peças de lingerie. Afinal, o conceito é o mesmo, cuecas e soutien, body, mas exteriores e fabricados em materiais ideais para entrar na água. Sou fã de marcas de surf como Billabong, Reef, de marcas brasileiras como Água Doce, Cia. Marítima, Movimento, Salinas e de marcas italianas como Tezenis, Calzedonia e Intimissimi. Todas têm modelos atuais e variados, e uma boa relação qualidade/preço. Estas marcas italianas que referi, são representadas por personalidades como Rita Ora e ajudaram a lançar supermodelos como Sara Sampaio e Irina Shayk. Gosto, especialmente, da vibe romântica italiana da Intimissimi: muito “La Dolce Vita“, muito Dolce&Gabbana.

Tezenis

Rita Ora (imagem de Tezenis)

HawtCelebs

Rita Ora (imagem de Tezenis)

YouTube_Calzedonia

Desfile Calzedonia (imagem de YouTube)

1632 horas

(imagem de Intimissimi)

Fashion Gone Rogue

(imagem de Dolce&Gabbana)

Dsquared Greece

(imagem de Dolce&Gabbana)

myfacehunter.com

(imagem de Dolce&Gabbana)

Dito isto, fiquei com vontade de ir às compras! Não tenho remédio! #GirlsWillBeGirls

#SmokeyEyes & #NudeLips !

Nós dissemos que íamos voltar e voltámos!

Subimos mais um degrau desta escadaria que se chama “filmar e estar confortável à frente da câmara!” Como diz o Richie Hawtin, um artista que admiro muito, “Nunca vais dar um 1o passo perfeito. Precisas de cometer erros, sentir o seu impacto e avançar com melhor cálculo”. Desta vez, escolhemos o look “smokey eyes” que foi o 1º tutorial do blog! Espero que gostem!

IMG_7144IMG_7140IMG_7139

Produtos usados:

Rosto:

  1. Fix +
  2. 24-Hour Cream Revlon
  3. Studio Fix Fluid NC25
  4. Select Sheer Pressed NC30
  5. Mineralize Skinfinish Dark (contorno)
  6. Highlighter Superb (iluminador)
  7. Blush Ripe for Love

Lábios:

  1. Prep+Prime Lip
  2. Lip Pencil Subculture
  3. Lipstick Shy Girl

Olhos:

  1. Prep+Prime Vibrancy Eye
  2. Select Moisturecover NW25 / NC20
  3. Feline (lápis olhos cremoso)
  4. Black Tied (sombra preta)
  5. Coppering (sombra para esfumar)
  6. Forgery (sombra para iluminar)
  7. Lash Curler
  8. In Extreme Dimension Lash

Sobrancelhas:

  1. Lingering (lápis)
  2. Brow Set Clear (fixador)

Todos os produtos Mac Cosmetics, à exceção do hidratante de rosto: Revlon

Pincéis vários: Mac Cosmetics / Nyx Cosmetics / Dior / Lâncome

Resultado: uma pele bonita, um toque pêssego nas maçãs do rosto e nos lábios nude, o contorno e os pontos de luz evidenciados, e o olhar… felino! Pronta para tocar o céu. Obrigada, mais uma vez, “beauty queen”!

IMG_7153

Vídeo https://www.youtube.com/watch?v=5q_WGxsAV5g no meu canal de Youtube, candyandmakeup.

“Boyfriend” Jeans

10_BoyfrienJeans

Botas Timberland Boyfriend Jeans Pull&Bear Top Zara Colar Oysho Óculos de Sol Komono

“Boyfriend” jeans sugerem, tão simplesmente, que “roubámos” as calças aos nossos namorados. O corte é mais largo e torna-se, naturalmente, mais descontraído. Conjuguei-as com um top básico, “metido” por dentro, o que dá o efeito de body. As botas completam o look, pois acentuam o seu carácter masculino. “Easy-breezy”, relaxado.

Olá Tunísia!

A minha viagem à Tunísia não foi só mais uma viagem. Foi uma viagem… espiritual. Já se passaram cerca de 3 anos e continua em mim, um sentimento forte. A lembrança da paz, da fé e da intensidade da crença das pessoas, em determinados valores.

Tunísia

Fiz esta viagem pouco depois de completar 10 anos de namoro; foi, portanto, uma espécie de lua-de-mel. Sol, praia, comida exótica e daikiris! “Amor e uma cabana”…

Foi também um momento em que eu estava a precisar de fazer uma pausa. 2013 tinha sido um ano de muito trabalho, sem viagens (viajar rejuvenesce), algumas dificuldades e crescimento interior… Na Tunísia, na tranquilidade, consegui escutar-me a mim mesma e reconciliar-me com as minhas mágoas.

Yasmine

Claro está, fizemos o passeio da praxe, andar de camelo. Era aquele único item da lista, andar de camelo! E eu adorei, senti-me uma princesa das arábias!

DSC00489DSC00490DSC00503

O passeio terminou com a ida a casa do proprietário dos camelos. A sua esposa cozinhou num forno de pedra, no chão, o pão tradicional. Espantou-me tremendamente, como ela punha as mãos dentro do forno – cujo calor se sentia à distância – sem pudor algum! As mãos calejadas pelos anos de trabalho de casa. Molhámos o pão em azeite e acompanhámos com um chá (os árabes consideram uma ofensa não aceitar o chá). A verdade é que, mesmo que as bebidas frescas saibam bem, não matam a sede! Portanto, este foi o lanche ideal.

No hotel, o meu namorado inventou uma bebida: caipirinha de licor de figo; a bebida espirituosa certa, já que a qualidade dos vinhos não é nada de especial. Sobre a água, já sabem, o melhor é que seja engarrafada e cuidado com os temperos e molhos, pois são mais intensos do que estamos habituados e podem deixar-nos doentes com facilidade.

Captura de ecrã 2017-06-12, às 20.56.11

Hotel IberoStar Averroes – no meu instagram

O hotel oferecia atividades várias, como andar de kayak, jogar voleibol, arco e flecha, fazer ginástica e/ou dançar. O sossego era mesmo uma escolha.

DSC00473

As cores da praia eram/são maravilhosas, como seria de esperar. O som das ondas na areia, as orações, sentir a brisa no rosto… lavam a alma.

DSC00443

Não podia faltar o passeio pela medina (zona histórica), onde além das tradicionais lojas e bancas de comércio, está a mesquita. As mulheres não podem entrar e o meu conselho é que vão fazer este passeio com a roupa “apropriada”, um lenço pelas costas, pouco decote à mostra e sempre com calções, saia ou vestido, pelo menos, pelos joelhos. A nossa forma de estar deve sempre adaptar-se aos costumes do país que visitamos, é uma questão de respeito. Ainda que possamos pensar diferente, precisamos respeitar.

DSC00587

Na medina, cada porta, literalmente, é diferente da outra. Qualquer coisa de fantástico!

DSC00578DSC00580DSC00596DSC00606DSC00583DSC00585

Qual foi o único senão da viagem? Ter ido no Ramadão! Os árabes que praticam o Ramadão, jejuam durante 30 dias seguidos, desde que o sol nasce, até que se põe. Não comem, bebem, fumam, têm relações sexuais, ou maus pensamentos… concentram-se na doutrina do Alcorão. Como podem imaginar, ficam com a sensibilidade à flor da pele e de cara fechada. Pediram-nos, claramente, no hotel que tivéssemos paciência com isso; por isso recomendo que vão fora deste período, irão sentir outra hospitalidade.

Eu nunca tinha visitado o continente africano e sempre tinha ouvido falar do céu de África… é, de facto, maravilhoso! Por tudo… obrigada Hammamet!

Captura de ecrã 2017-06-12, às 20.55.39

No meu instragram

Work Work Work II

Sem me querer repetir, mas já repetindo, há trabalhos e trabalhos… e porque uns nos tocam o coração em especial… aqui ficam outros 3 gigs meus (adoro esta palavra), que espero que gostem! São diferentes entre si, mas fizeram-me sentir orgulhosa e feliz, de igual modo!

Sessão Fotográfica de Grávida para a querida Alice Marques – Fotografia de Lígia Claro

IMG_6022

Sessão Fotográfica de Estúdio para a Dj Sara Abdul – Fotografia de Inês Cortez

2

7.jpg

Body Painting “Gold&Silver” em colaboração com a maquilhadora Gisela Nunes – Fotografia de David Simões

Gold & Silver-5Gold & Silver-4

Porque “uma imagem vale mais que mil palavras”, tantas e tantas vezes!

Os artistas de hip hop e as marcas

Quem começou com as colaborações? Isso agora… é difícil dizer. Há anos que os artistas de hip hop falam das marcas de roupa de luxo, nas suas músicas, as colocam lá em cima, num pedestal. Usar “marcas” é sinónimo de sucesso e por isso, os artistas gostam de mostrar, mais que isso, ostentar.

Nos últimos anos, as marcas escolheram muitos artistas para os representarem e/ou criarem peças/linhas inteiras. Vejam algumas das colaborações.

Rihanna

para Puma (criadora)

HausOfRihanna

(imagem de Haus Of Rihanna)

arielcalypso.tumblr.com

(imagem de arielcalypso.tumblr.com)

Charme Haut

(imagem de Charme Haut)

Rihanna modeling fur slides from her Fenty x Puma line.

(imagem de orangepeeltransportation.com)

Nice Kicks

(imagem de Nice Kicks)

twitter.com

(imagem de twitter.com)

 

Kanye West

para Adidas (criador)

stylefluidtrendz.blogspot.com

(imagem de stylefluidtrendz.blogspot.com)

www.dailymail.co.uk

(imagem de www.dailymail.co.uk)

newsbeat.co.ke

(imagem de newsbeat.co.ke)

para Alexander Wang

E! Online_2

(imagem de E! Online)

Travis Scott

para Nike

Vogue

(imagem de Vogue)

Rae Sremmurd

para Reebok

Sneaker News

(imagem de Sneaker News)

Asap Rocky

para Dior

Billboard

(imagem de Billboard)

para Alexander Wang

Celebuzz

(imagem de Celebuzz)

Tyga

para Alexander Wang

E! Online

(imagem de E! Online)

Chris Brown

para Philipp Plein

The Hollywood Unlocked

(imagem de The Hollywood Unlocked)

Fetty Wap

para Philipp Plein

So Versailles

(imagem de So Versailles)

Dentro desta temática, tenho de falar-vos da Supreme. Conhecem? É uma marca americana cuja estética está associada à cultura skateboard. Foi lançada em 1994 e além de atrair os skaters, atraiu os punks e os hip hoppers. Os valores da marca são estilo, qualidade e autenticidade.

Dj Khaled, Lil Wayne, Justin Bieber, Quavo, Chance The Rapper

no vídeo-clip “I’m the one”

choiz.me

(imagem de choiz.me)

Puff Daddy

Hypebeast

(imagem de Hypebeast)

A surpresa deste ano é a Louis Vuitton se ter aliado à Supreme! O resultado: febre!!!

HotNewHipHop

(imagem de HotNewHipHop)

NYMag

(imagem de NYMag)

Supreme X Louis Vuitton: All the looks from the collection.

(imagem de WWD.com)

 

E é por isto, senhoras e senhores, que me inspiro tanto no hip hop. Não tenho como não.

Wikipedia